Cadê a Matiza?

cade.jpg

Não que alguém tenha feito exatamente essa pergunta, mas eu vejo que vários de vocês já estão percebendo que a “Matiza” está cada vez menos presente nas minhas redes sociais. Curiosamente até a pouco tempo nem eu sabia direito o por quê. Claro que tinha noção das minhas vontades, que foram mudando, e tudo que eu mostro para vocês é o que me interessa no momento. Mas eu queria saber por que a Matiza não pode voltar a ser frequente na página?

Este post é para abrir o coração mesmo, hahaha. Desabafar, será? Vou tentar não fazer textão (já tinha feito e reconsiderei, hehe).

Eu admiro muito quem já sabe o que quer e gosta do que faz, ou pelo menos sabe aonde quer chegar. Porque eu… mudo de ideia constantemente.

Apesar de desenhar desde criança, quando entrei na faculdade fui descobrindo que a minha relação com a ilustração é muito mais complexa do que eu pensava. Eu não AMO ilustrar. Eu não desenho todo dia. Durante a faculdade de design cada dia eu gostava menos de ilustrar. Fui parando. Na metade resolvi voltar e peguei trabalhos de animação e ilustração para livros didáticos. Não gostei. Também nunca me dei bem com design. Quando acabei o curso de Design Gráfico arranjei um emprego e gostava do que fazia. Criava a parte gráfica de produtos. Com o tempo fui percebendo que eu não gostava era do computador. A página da Matiza surgiu disso. Mas ela não nasceu como uma forma de trabalho, e sim como um hobby, uma terapia para voltar a desenhar. Um ano depois a página “bombou”. E o hobby foi se transformando em trabalho. E percebi novamente que tinha algo errado. Eu gosto de ilustrar, mas não qualquer coisa. Um pouco antes da página ser criada descobri o mundo da estamparia. Pensei, “talvez seja isso que eu goste de fazer”. Fui estudar e gostei. E agora estou experimentando aos poucos! Mas o que isso tem a ver com o sumiço da Matiza? Quanto mais eu postava sobre ela, mais trabalhos de ilustração de personagens e pedidos de retratos apareciam. Mas eu queria outra coisa, então comecei a postar tudo que fosse mais relacionado com o que realmente quero trabalhar. E é isso.

O que eu descobri recentemente? Que evito postar desenhos da Matiza para ela não virar trabalho. A Matiza é minha terapia, meu escape, sou eu desenhando sem briefing e alterações do cliente. Então decidi que não tem por que evitar. Ela vai voltar, eu vou me divertir fazendo, e vou esclarecer sempre que for necessário, que ela é meu hobby. Desenhar pessoas é um hobby. E além disso, uma causa social! A Matiza é para mim e para vocês. Resumindo, me chame para trabalhos quando o assunto for:

Espero ter conseguido me explicar e não ter causado uma impressão negativa. Mesmo eu afirmando que não irei mais desenhar pessoas por trabalho, podem rolar exceções, com certeza. Mas era isso que eu queria dizer pra vocês 🙂

Bom final de domingo!

Té té

Anúncios

2 comentários sobre “Cadê a Matiza?

  1. Oi, Luiza! Acho que é bem normal essa sensação de não saber exatamente onde q se quer ir… mas essa percepção do que se gosta e o que não se gosta e saber dizer não pro que não se quer ajuda muito. Parece fácil falando mas na prática as vezes não é tanto… Ainda mais quando a gente se sente pressionado a alguma coisa. Felicidades nos novos caminhos! :*

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi, Liliana! Obrigada pela mensagem 🙂 É difícil mesmo, as vezes penso que não gosto de “nada”…mas é porque o trabalho certo ainda não foi encontrado. Estou me descobrindo aos poucos e isso faz parte da vida, né? hehe Beijo!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s